Institucional

O Início:

Em 1880, revistas adventistas em alemão são enviadas à Colônia de Brusque. Endereçadas a Carlos Dreefke, a encomenda é aberta no armazém de Davi Hort. O local servia como comércio para a colônia, localizada há oito quilômetros do atual centro de Brusque. Dreefke, sem saber o porquê do envio, abre a correspondência e encontra revistas cristãs. Ele toma uma para si e distribui as outras nove para seus amigos. Com o tempo, algumas famílias demonstraram interesse por aquelas publicações e a mensagem adventista começa a ser espalhada.

Primeiro Adventista:

O alemão Guilherme Belz morava em Braunschweig, hoje Gaspar Alto, e certa vez percebeu que o embrulho das compras feitas no Armazém Hort era diferente. O impresso estava em alemão e isso lhe chamou bastante a atenção e por isso começou a ler o folheto. Com a leitura do livro “Gedanken über das Buch Daniel und die Offenbarung”, lhe revelou a santidade do sábado, e se sentiu incomodado. Nascido em uma família luterana, Guilherme tinha por hábito ler a Bíblia, e por isso pesquisou a fundo sobre o assunto. Finalmente, Belz convenceu-se da santidade do sábado e com 54 anos, torna-se o primeiro a reconhecer, no Brasil, o sábado como dia do Senhor, graças à literatura adventista, por volta de 1890.

Batismos:

No dia 30 de maio de 1895, o Pr. Westphal chega em Brusque, e lá encontra os primeiros grupos de conversos ao adventismo no Brasil. Emocionados, os novos conversos ouvem pela primeira vez a pregação de um ministro adventista. Em 8 de junho de 1895, é realizado o primeiro batismo de oito pessoas no rio Itajaí-Mirim, a cerca de seis quilômetros da Vila de Brusque. Três dias depois, o Pastor Westphal realiza o segundo batismo, em Gaspar Alto. Naquele dia, mais 15 pessoas foram batizadas. Com esse grupo de conversos catarinenses foi organizada a primeira congregação adventista do sétimo dia no Brasil, tendo como primeiro-ancião Augusto Olm e diácono, Guilherme Belz.

Fundação:

A mensagem adventista cruzou o mar e foi sendo espalhada em solo brasileiro através da literatura. Pessoas foram aceitando a verdade bíblica e em então em 15 de junho de 1895 dez famílias adventistas de Brusque, convertidas no ano anterior, fundaram a primeira igreja adventista no Brasil, do distrito rural de Gaspar Alto (SC). A inauguração e organização foi feita pelo pastor Frank Henry Westphal. O objetivo daquele grupo de adventistas era um só: pregar o evangelho em toda a região. Hoje são 9.250 congregações e 1.676.350 adventistas no Brasil.

Hoje:

Até hoje, os cultos se realizam aos sábados pela manhã na Igreja Adventista do Brasil. a antiga construção de 1896 deu lugar ao novo templo construído em 1896, e que hoje abriga cerca de 51 membros. Todo ano a congregação recebe visitantes vindos de todos os lugares do país, que se emocionam ao se sentarem naqueles bancos históricos. O museu, localizado ao lado do templo, também é ponto de visita obrigatório. A Igreja Adventista de Gaspar Alto fica em uma comunidade rural, pertencente hoje a cidade de Gaspar, e que está localizada na rua Guilherme Belz, S/N.